Por Moises Velasquez-Manoff

Você provavelmente tenta se exercitar regularmente e comer direito. Talvez você se direcione para "superalimentos", frutas, nozes e vegetais anunciados como "antioxidantes", que combatem os efeitos desagradáveis ​​da oxidação em nossos corpos. Talvez você tome vitaminas para se proteger dos "radicais livres", moléculas destrutivas que surgem normalmente à medida que nossas células queimam combustível, mas que podem danificar o DNA e contribuir para o câncer, a demência e o colapso gradual que chamamos de envelhecimento.

Evitar as doenças do envelhecimento é certamente uma busca que vale a pena. Mas surgiram evidências que sugerem que suplementos vitamínicos antioxidantes, há muito assumidos como…